Fake news versus liberdade de expressão: desafios para a democracia brasileira

Fake news versus freedom of expression: challenges for Brazilian democracy

Autores

  • Laila Caroline Franklin Vivian Universidade Estadual de Maringá (Maringá, Paraná, Brasil)
  • Adriana de Abreu Tardivo Universidade Estadual de Maringá (Maringá, Paraná, Brasil)

Palavras-chave:

Liberdade de expressão, Fake news, democracia brasileira , desafios da democracia

Resumo

As tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC) revolucionam a forma de viver e conviver, bem como impactam na maneira de se comunicar da sociedade global, e neste momento aliadas ao contexto pandêmico que enfrentamos, em que o mundo precisou numa velocidade inimaginável se virtualizar, o impacto destas tecnologias tornou-se mais evidente. Todavia, associada a essa revolução surgiu um desafio gigantesco a ser combatido pelas democracias - as chamadas fake news. É notório que as notícias falsas impactam drasticamente na consolidação ou na manutenção das democracias, posto que os ambientes virtuais são, cada vez mais, espaços propícios para a circulação e proliferação das fake news. Desta forma, é necessário estudar e compreender como viabilizar a coexistência de direitos fundamentais, como a liberdade de expressão, e simultaneamente, conter o avanço dessas notícias que detêm potencial nocivo ao regime democrático brasileiro. Diante desse contexto, propõe-se a pesquisar, face os constantes avanços tecnológicos digitais, e consequentemente a facilidade de circulação de notícias, se as fake news podem de alguma forma interferir na democracia brasileira e, verificado a interferência da propagação destas notícias falsas na democracia brasileira, analisar as consequências advindas dessas notícias, bem como se esse processo aceita reversão, e se aceita, quais são os possíveis mecanismos de atuação para realização desse procedimento. Cabe elucidar que a presente pesquisa tem natureza aplicada, visto que gera conhecimentos para prática, objetiva solucionar problemas específicos. Portanto, utilizará abordagem qualitativa e busca explicar por que as fake news se tornaram um desafio a ser enfrentado pela democracia brasileira, e apresentar possíveis soluções, com objetivo de coexistir plenamente o direito fundamental à liberdade de expressão, aniquilando-se as falsas notícias. Na realização da pesquisa utilizaremos como método de abordagem o hipotético-dedutivo, eis que este considera a existência de uma lacuna nos conhecimentos sobre o tema. Quanto aos objetivos da pesquisa, trata-se concomitantemente de pesquisa exploratória, descritiva e explicativa, essa concomitância se justifica por ser necessário realizar levantamento bibliográfico, na busca de maior contato com o problema, ao mesmo tempo em que se realiza análise documental, com foco especial da legislação vigente do tema. Outrossim, buscaremos a identificação de fatores que contribuem para que as fake news sejam consideradas um desafio a ser enfrentado pelo Estado Democrático de Direito. Na pesquisa bibliográfica, realizaremos a leitura e a discussão da literatura especializada na área de democracia, direitos fundamentais e fake news. Além disso, faremos a atualização crítica e reflexiva das obras clássicas por intermédio de periódicos especializados e análise dos resultados de novas pesquisas que discutem o tema, tais como teses e dissertações. Com relação à análise documental, realizaremos um estudo aprofundado da Constituição Federal, das Leis n. 12.965/2014, 4.737/1965, 9.504/1997, 13.709/2018, bem como analisaremos o posicionamento da jurisprudência. Por fim, não apresentaremos um resultado conclusivo, por se tratar de pesquisa em andamento, ainda pendente de resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANCO INTERAMERICANO DE DESARROLLO. Ciberseguridad: riesgos, avances y el caminho a seguir em América latina y el Caribe. Reporte Ciberseguridad 2020. Disponível em: https://publications.iadb.org/publications/spanish/document/Reporte-Ciberseguridad-2020-riesgos-avances-y-el-camino-a-seguir-en-America-Latina-y-el-Caribe.pdf. Acesso em: 15 set. 2020.

BOBBIO, Norberto. O futuro da democracia: uma defesa das regras do jogo. 6ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

BRASIL. Tribunal Superior Eleitoral. Seminário Internacional Fake News e eleições [recurso eletrônico]: anais. Brasília: Tribunal Superior Eleitoral, 2019. Disponível em: http://www.tse.jus.br/hotsites/catalogo-publicacoes/pdf/livro-digital-fake-news.pdf. Acesso em: 15 set. 2020.

CALDAS, Camilo Onoda Luiz; CALDAS, Pedro Neris Luiz. Estado, democracia e tecnologia: conflitos políticos e vulnerabilidade no contexto do big-data, das fake news e das shitstorms. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte , v. 24, n. 2, p. 196-220, June 2019 .

CLEMENTE, Gabriela Barbosa; GALVÃO, Pryscila; GARCIA, Lucas Jorge. Fake News no ambiente corporativo: estratégias usadas pelo Relações Públicas. Revista Temática, João Pessoa, v. 15, n. 4, p. 119 – 127, abril, 2019.

GERHARDT, Tatiana Engel e SILVEIRA, Denise Tolfo (Orgs.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

MORAES, Alexandre de. Direito constitucional. 29ª ed. São Paulo: Atlas, 2013.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE. Organizações pedem aos países medidas firmes para impedir a disseminação de informações falsas durante pandemia da COVID-19. Gestão do Conhecimento e Comunicação. Disponível em: https://www3.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6290. Acesso em: 27 set. 2020.

PATEMAN, Carole. Participação e teoria democrática. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

VIVIAN, L. C. F.; TARDIVO, A. de A. . Fake news versus liberdade de expressão: desafios para a democracia brasileira. In: Democracia na Pós-Pandemia, SANTANO, A.C.; DOTTA, A.G.; OLIVEIRA, V. Q. (Orgs.). Curitiba: Transparência Eleitoral Brasil / Editora GRD, ISBN: 978-65-995278-0-7, 2021. Disponível em: https://journal.nuped.com.br/index.php/teleitoral/article/view/166. Acesso em: 22 jul. 2021. DOI: 10.5281/zenodo. 5127831

Publicado

2021-08-21

Como Citar

Vivian, L. C. F. e Tardivo, A. de A. . (2021) “Fake news versus liberdade de expressão: desafios para a democracia brasileira: Fake news versus freedom of expression: challenges for Brazilian democracy”, Democracia na Pós-Pandemia. SANTANO, A.C.; DOTTA, A.G.; OLIVEIRA, V. Q. (Orgs.). Curitiba: Transparência Eleitoral Brasil / Editora GRD, ISBN: 978-65-995278-0-7, p. 21–24. Disponível em: https://journal.nuped.com.br/index.php/teleitoral/article/view/vivian_tardivo_2021 (Acessado: 19 maio 2022).